Blog

Um universo de possibilidades

Diante das situações da vida sempre ouvi falar que tínhamos escolhas. Para alguns funciona como um sim e um não!
Esta é uma percepção que tiro dos meus atendimentos de coach. quando converso sobre caminhos a seguir e percebo que o universo de escolhas é cada vez mais limitado na cabeça das pessoas.
Como resolver um problema? A primeira resposta, via de regra, é “não sei!”.
Eu insisto e começo a fomentar reflexão, quando então num toque de lucidez os caminhos vão surgindo…
Não há milagre, nem técnica revolucionaria , é por a cabeça pra funciona, manter “a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo”, como diz o poeta.
Muitas vezes nos perdemos nas inquietações emocionais e deixamos de pensar, focamos na dificuldade sem nos abrirmos para as soluções ou nos detemos no sim ou no não.
E o talvez? E o quem sabe? E o, todavia? E o sim e o não ao mesmo tempo? E o sim depois do não ou o não depois do sim?
O que quero trazer aqui é a ampliação do nosso olhar frente às situações da vida, uma ampliação da nossa percepção.
Não há um só jeito de fazer as mesmas coisas, não há um só jeito de perder peso, não um só jeito de gerenciar a carreira, para tudo há um universo de possibilidades, pois somos indivíduos únicos e de características distintas.
Se existe possibilidades é preciso que seja factível, que efetivamente possa acontecer. Não estamos aqui falando de questões fora da curva cuja ocorrência não se sustenta.
Sempre me pergunto nos momentos de indecisão sobre um caminho ou uma meta: “alguém já fez isto antes?”, se a resposta for positiva eu sei que há possibilidades e então redesenho meus passos para alcançar o objetivo. Não preciso fazer da mesma forma, mas a referência de realização me é importante.
Vislumbrar possibilidades não invalida meu esforço pessoal para a meta, mas me faz avançar de forma planejada, refletida e organizada.
Quando me prendo aos nós das situações e não vislumbro o que é possível me perco nas minhas emoções e coloco nos olhos uma venda que me impede dar o próximo passo.
Esta parece ser uma situação inimaginável, mas é o que fazemos de forma recorrente, empacados frente ao novo! Frente à mudança! Frente ao desafio!
Quando as coisas parecem muito difíceis prefiro me aquietar, pensar, escrever sobre a situação e então mapear as possibilidades que tenho.
Este é o meu jeito, cada um tem o seu, mas o que não pode acontecer é fechar as portas só porque não estou conseguindo ver por onde posso sair.
Há uma incongruência nesta fala, mas é o que fazemos , fechamos as portas porque não conseguimos vê-las!
As emoções são momentâneas, mas as situações perduram, não permita que as primeiras tirem sua capacidade de pensar para que a ação seja efetiva!

Publicado na categoria: Blog Tags , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17mar

Ser Mulher