Blog

Gestão de Conflitos

Quando pensei em escrever sobre Gestão de Conflitos fui buscar o real significado da palavra conflito.
O que é conflito pra você?
Na Wikipédia o que você vai encontrar merece uma boa reflexão, veja!
O conflito surge quando há a necessidade de escolha entre situações que podem ser consideradas incompatíveis.
Todas as situações de conflito são antagônicas e perturbam a ação ou a tomada de decisão por parte da pessoa ou de grupos. Trata-se de um fenômeno subjetivo, muitas vezes inconsciente ou de difícil percepção. As situações de conflito podem ser resultado da concorrência de respostas incompatíveis, ou seja, um choque de motivos, ou informações desencontradas.
Minha experiência como gestora me faz refletir sobre esta definição porque é muito do que se vê nas relações interpessoais. As pessoas, via de regra, têm informações desencontradas sobre o outro e sobre si mesmo, têm posições antagonicas que são fruto de longas discussões, mas não são fruto de criteriosa avaliação.
Ao avaliamos questões conflituosas muitas vezes percebemos que as partes ou pessoas envolvidas sequer falaram sobre suas posições entre si, ou se falaram , não se ouviram porque sequer conhecem as posições individuais. É normal , quando atuo como coach, que as pessoas se surpreendam com suas posições, pois meu papel é leva-las à uma analise criteriosa do ponto defendido e, por vezes, se percebem desconhecendo o que tanto defendem ou querem e suas razões para tal.
A primeira recomendação que faço é que ao se deparar com um conflito que as partes se ouçam e sejam criteriosas nos aspectos divergentes para entenderem se de fato eles existem. É preciso avaliar o que o outro defende e o que eu defendo quais as reais diferenças entre nós, se de fato elas existem.
Vencida esta etapa é preciso que cada parte se pronuncie sobre suas razões para defender determinada posição. É comum ver posições acirradas sobre as quais sequer ocorreu uma avaliação das causas que dão consistência à argumentação.
Pense um pouco ! porque voce defende esta posição?
O que ha de bom e de ruim ( sim sempre ha aspectos negativos) no que voce defende.
Feitas estas análises é possivel estabelecer de forma consciente as posições individuais para então estabelecer , em consenso, um objetivo coletivo e, posteriormente, o caminho a ser seguido rumo ao objetivo estabelecido.
Bem, chegamos num ponto também importante da gestão de conflitos que é o consenso, o que é isto?
Consensar é acordar, é abrir mão do individual e estabelecer um acordo coletivo de convivio em qualquer relação ou ambiente.
Quando há consenso significa que eu tenho meu pensamento e posição individual mas que abri mão de alguns pontos para que o coletivo possa se beneficiar.
Eu não abro mão do todo e sequer omito minha posição,pois isso me levaria à perda da minha identidade mas eu faço acordos, eu sinto junto!
Ao invès de bater juntos (confligere/conflito) eu posso avaliar, expor, considerar e sentir junto (consentire/consenso).
O sabio Salomão disse que a palavra suave ameniza o conflito eu concordo que é possivel defender meu ponto de vista, avaliá-lo e consensar sem passar dos limites da boa convivencia. Tudo pode ser dito, só depende de como voce diz!
Para sentir junto é preciso baixar a guarda, avaliar sentimentos, criterios e posições individuais e muitas vezes surpreender-se com a idiotice que defendemos.
Quando os sentimentos são coletivos as decisões serão inegavelmente melhores para todos.
Gerir conflitos é uma atividade diária de todos os individuos, nos mais diversos ambientes e pode ser uma atividade muito mais leve do que parece se pensarmos menos no individual e mais no coletivo, mais na consistencia do que na veemencia dos discursos, menos na vontade e mais nos critérios que nos levam a este querer.

Publicado na categoria: Blog Tags , , , , ,

2 respostas a Gestão de Conflitos

  1. Elza Pacheco disse:

    Muito bom Glau…amei o texto.Instigador e reflexivo.Obrigada por nós presentear com esta profunda mensagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17mar

Ser Mulher