Blog

Como ter mais autoconfiança no meu emprego?

“Há uma espécie de conforto na autocondenação. Quando nos condenamos, pensamos que ninguém mais tem o direito de o fazer” Oscar Wilde

A autoconfiança pode ser uma dificuldade ou uma armadilha para o individuo, vemos com uma lente aumentada nossas imperfeições ou qualidades e, este olhar enviesado pode ser um desafio imperceptível que nos leva às situações desfavoráveis que sequer percebemos como chegamos lá. Tenho visto muitos indivíduos que não se percebem, que se desconhecem, e, portanto não confiam em quem são ou imaginam que são o que de verdade nunca foram.
Gosto da análise que Oscar Wilde traz na reflexão acima porque é, de fato, algo a ser considerado. Quando olho pra mim mesmo me surpreendo com o lado bom e talvez com o ruim (sim todos temos os dois), mas este é um exercício necessário para que possamos fazer em nós a mudança que desejamos fora de nós.

Quando nos percebemos e entendemos o que de fato nos falta (ou nos sobra) podemos traçar com mais efetividade o caminho que queremos percorrer e, esta efetividade nos trará resultados mais significativos ao final.
O cenário cultural, social e político em que vivemos determinam o nosso olhar pra nós mesmos e por isso, muitos de nós nos sentimos envergonhados ou culpados em admitir habilidades, parece querer ser mais do que o outro, quando na verdade só é diferente. O outro lado da moeda é nossa confiança exacerbada, nosso otimismo irreal, sem que as características, habilidades e atitudes retratem, de fato, quem somos o que podemos e onde devemos melhorar.
Já me deparei com pessoas que nada têm a melhorar ou aquelas que não conseguem listar 3 qualidades ou defeitos que possuem . É o caos do desconhecimento, é a ignorância total de quem sou e, se não sei quem sou como saber pra onde vou?

A confiança absoluta é irreal, em minha opinião, mascarada insegurança, arrogância ou coisa assim. Acho bom ter medo, sentir um frio na barriga porque estas sensações podem e devem me motivar à busca de saber mais, avaliar mais informações e possibilidades para realizar um bom trabalho.

O que não podemos permitir é que este frio na barriga nos detenha e, portanto, nos impeça de caminhar.
Orson Wellws, dizia que “É preciso ter dúvidas. Só os estúpidos têm confiança absoluta em si mesmos”.
Ganhar autoconfiança é um passo para gerar confiança aos que me cercam e, para tal eu preciso me conhecer mais e melhor. Quando sei quem sou, sei onde posso chegar, onde preciso melhorar e inclusive sei quando preciso e devo pedir ajuda.

Se confiar em você mesmo é importante experimente listar quem você é, o que você faz de melhor e o que você precisa melhorar. Lembre-se que por melhor que esteja é possível melhorar, busque por milésimos de segundos como fazem atletas de alta performance, e jamais desmereça a si mesmo , bem como não acredite que você é o máximo. Nosso mundo tem girado muito rápido e quem foi o melhor ontem não garante a mesma posição hoje.

Curta cada avanço, cada passo, cada vitoria e estabeleça novas metas para si mesmo. Este pode ser um caminho de melhoria continua de excelência que sempre terá um próximo passo.

Publicado na categoria: Blog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17mar

Ser Mulher