Blog

Coach e liderança – Uma parceria de sucesso

Escrevi há algum tempo, um texto que falava das capacidades de um líder e não quero ser repetitiva aqui, mas quero ressaltar que liderança é antes de tudo uma opção.
Há habilidades inatas que para alguns facilita o caminho, mas eu acredito que é possível desenvolver as mais variadas capacidades requeridas na liderança se eu decidir que as quero ter.
Na minha avaliação este é o principio: querer!
Da mesma forma avalio que num exercício diário da liderança, nas relações interpessoais, é possível exercer o papel da liderança alinhado com as metodologias de coach, embora culturalmente este não seja o histórico.
Ao longo dos tempos a liderança foi responsável por dar o caminho, transferir conhecimentos e capacitar pessoas para as atividades a serem desempenhadas. Este é um capitulo encerrando da historia que perpetua nas organizações, nas escolas e na sociedade.
Eu, pessoalmente, não acredito na simples transferência de conhecimentos como se fossem valores transferidos da conta bancaria, porque acredito no individuo único, capaz, com sua historia e com suas vivencias.
Acredito sim nas historias compartilhadas, nas leituras individuais dos fatos , processadas pelo cérebro único de alguém que faz a mesma coisa de uma forma muito diferente da que eu faço e que com isso obtém o mesmo ou um melhor resultado que o meu.
Também não acredito em ensinar, mas em experimentar, construir, agregar, para então aprender de um jeito único, só meu.
Isto posto, quero ressaltar o quanto as metodologias de coach podem ajudar a avançar neste processo.
Em coach eu não ensino, não dou o caminho, mas de forma metodológica fomento reflexão, amplio possibilidades e contribuo na organização do pensamento. Aprendo a me conhecer para entender o que é melhor pra mim e qual o melhor caminho a seguir.
Os lideres são colocados em teste, pois a nossa tendência como pais, professores ou gestores é dizer como fazer , quando o método mais efetivo de ação é uma escolha pessoal do caminho , pensada e avaliada em todas as suas nuances.
Não se trata de omissão para ver no que vai dar, mas de contribuir com minhas vivencias e saberes para uma reflexão ponderada, criteriosa e responsável.
Esta etapa vencida as metas são estabelecidas de forma a atender os interesses envolvidos e então se parte para a ação.
Cabe, para isto, um rígido treinamento da liderança e dos liderados para não se repetir o fazer automaticamente.
Liderados precisam pensar, construir seus caminhos para um resultado estabelecido, dentro dos padrões que forem acordados mutuamente.
Lideres devem fazer pensar, permitir inovar, ampliar as divisas e deixar que os liderados, cresçam fortes e seguros das suas decisões, rumo a voos altos.

Publicado na categoria: Blog Tags , , , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17mar

Ser Mulher